Sérgio Moro se manifesta a favor de liberdade de expressão

Após Alexandre de Moraes censurar reportagem publicada na revista Crusoé e no site O Antagonista, o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro defendeu a liberdade de expressão como algo “fundamental para uma democracia”.

Durante um evento em Porto Velho, Moro disse:

“Essa é uma questão que está com o Supremo, espero que o Supremo resolva. A posição minha, pessoal, sempre foi pautada pela liberdade de expressão”.

Moraes mandou retirar do ar reportagem e notas publicadas na semana passada sobre uma menção ao presidente da corte, Dias Toffoli, feita em um email do empresário e delator Marcelo Odebrecht.

Bolsonaro também defende a liberdade de expressão

O presidente Jair Bolsonaro, por meio do Twitter, destacou seu compromisso com a liberdade de expressão. Contudo, não mencionou nenhum caso específico.

“Acredito no Brasil e em suas instituições e respeito a autonomia dos poderes, como escrito em nossa Constituição. São princípios indispensáveis para uma democracia. Dito isso, minha posição sempre será favorável à liberdade de expressão, direito legítimo e inviolável”, escreveu.

CONEXÃO POLITICA

Você pode gostar...