Senado aprova MP do combate a fraudes no INSS

A MP foi aprovada no último dia antes de perder sua validade e segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. Em uma segunda-feira (3), dia atípico para votações em plenário, 68 senadores registraram presença.

55 parlamentares votaram a favor da MP e 12 contra. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), não registrou voto. O texto aprovado estabelece um programa de revisão dos benefícios com indícios de irregularidades e autoriza o pagamento de um bônus para os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para cada processo analisado fora do horário de trabalho.

A proposta também exige um cadastro para o trabalhador rural feito pelo governo, e não mais pelos sindicatos, como é feito hoje e restringe o pagamento de auxílio-reclusão apenas aos casos de pena em regime fechado, informa o UOL.

Renova Mídia

Você pode gostar...