Arábia Saudita: visita de presidente consolida laços entre países

O presidente da República Jair Bolsonaro encerra sua visita oficial a Ásia e Oriente Médio, na Arábia Saudita.  O país demonstra o interesse brasileiro no fortalecimento da cooperação econômica bilateral e na manutenção de relações de alto nível com um dos mais importantes países árabes do mundo.

Ao chegar na Arábia Saudita, nesta segunda-feira (28), Bolsonaro disse que o Brasil é um país importante para o mundo, e que a expectativa em relação a passagem pelo país é a “melhor possível”.

A Arábia Saudita é o principal parceiro comercial do Brasil no Oriente Médio. O volume de intercâmbio comercial atingiu US$ 4,42 bilhões em 2018, soma que supera os fluxos de comércio bilateral do Brasil com vizinhos da América do Sul, à exceção de Argentina, Chile e Colômbia. Trata-se, também, do maior fornecedor de petróleo do Brasil, tendo suprido 33% do total importado do produto em 2018.

A visita do Presidente Jair Bolsonaro a Riade demonstra o interesse brasileiro no fortalecimento da cooperação econômica bilateral e na manutenção de relações de alto nível com um dos mais importantes países árabes do mundo. Em entrevista ao Planalto, o embaixador do Brasil na Arábia Saudita, Marcelo Della Nina, falou do momento do país árabe e de seu processo de abertura econômica e cultural.

“A Arábia Saudita vem passando por um processo muito importante, de abertura em todos os sentidos e a maior abertura econômica, o processo de modernização da economia, uma abertura também em termos da sociedade saudita e em termos também de liberalização de costumes, ou seja, estamos passando por um momento muito especial”, disse.

.

Além disso, o embaixador destacou que o país vem promovendo também uma modernização de sua economia. “Há um crescente interesse nesse país aqui, em investimentos em mercados emergentes, no mercado grande e importante como o Brasil, que já é um grande recipiendário de investimento externo, tradicionalmente. E há um crescente interesse aqui na Arábia Saudita, por explorar possibilidades no Brasil”, destacou.

Marcelo Della Nina disse ainda que a visita do presidente da República, Jair Bolsonaro, certamente vai contribuir para solidificar e lançar as bases para um aprofundamento e um crescimento ainda maior, das relações entre Arábia Saudita e o Brasil, no campo econômico comercial.

“A visita do presidente da República, certamente vai contribuir para solidificar esses laços e lançar as bases para um aprofundamento e um crescimento ainda maior, das relações entre Arábia Saudita e o Brasil, no campo econômico comercial,  que é o eixo central da nossa relação com a Arábia Saudita”.

Relação diplomática 

Brasil e Arábia Saudita celebraram, em 2018, 50 anos do estabelecimento de relações diplomáticas. Em junho de 2019, o Presidente Jair Bolsonaro encontrou-se com o Príncipe Herdeiro Mohammed bin Salman, à margem da reunião de Cúpula do G20, em Osaka. Em setembro de 2019, a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sra. Tereza Cristina, visitou Riade.

Há acordos bilaterais propostos em diversas frentes de cooperação, como facilitação de investimentos, ciência e tecnologia, uso pacífico de energia nuclear, e uso do espaço exterior. Em muitas delas, a cooperação bilateral poderia se beneficiar da complementaridade entre o conhecimento técnico existente no Brasil e a ampla disponibilidade recursos da Arábia Saudita.

Você pode gostar...